[Ubuntu-PT 10620] [OFF-TOPIC] Eu pretendo programar no menor nível de programação de computadores por hobby.

Previous Topic Next Topic
 
classic Classic list List threaded Threaded
5 messages Options
Reply | Threaded
Open this post in threaded view
|

[Ubuntu-PT 10620] [OFF-TOPIC] Eu pretendo programar no menor nível de programação de computadores por hobby.

françai s
Eu pretendo programar no menor nível de programação de computadores por
hobby.

É verdade que ninguém pode escrever em código binário, o menor nível de
programação que se pode escrever é em código hexadecimal?

Qual é o menor nível programação de computadores que se pode escrever?

É código binário?

É código hexadecimal?

É outro código de máquina? Sinceramente não sei se é verdade que existe
outro código de máquina além do binário e hexadecimal.

É Assembly?
--
ubuntu-pt mailing list
[hidden email]
https://lists.ubuntu.com/mailman/listinfo/ubuntu-pt
Reply | Threaded
Open this post in threaded view
|

[Ubuntu-PT 10621] Re: [OFF-TOPIC] Eu pretendo programar no menor nível de programação de computadores por hobby.

Luis Malaca
Há muitos anos, no principio dos anos 80, eu e os meus amigos aprendemos
a programar os zx-81 e os zx-spectrum em strings de 8 bits,só pela
diversão. Havia uma forma de o fazer diretamente no computador. Essa
programação era hexadecimal. Não faziamos em binário porque ocupava
imenso espaço e bastava um zero fora do lugar para dar problemas. Dá-me
ideia que hoje em dia se passa o mesmo na linguagem de nível mais
baixo,apesar de não perceber muito disso.

Cumps

Luis Malaca


On 03-11-2014 20:56, françai s wrote:

> Eu pretendo programar no menor nível de programação de computadores por
> hobby.
>
> É verdade que ninguém pode escrever em código binário, o menor nível de
> programação que se pode escrever é em código hexadecimal?
>
> Qual é o menor nível programação de computadores que se pode escrever?
>
> É código binário?
>
> É código hexadecimal?
>
> É outro código de máquina? Sinceramente não sei se é verdade que existe
> outro código de máquina além do binário e hexadecimal.
>
> É Assembly?


--
ubuntu-pt mailing list
[hidden email]
https://lists.ubuntu.com/mailman/listinfo/ubuntu-pt
Reply | Threaded
Open this post in threaded view
|

[Ubuntu-PT 10622] Re: [OFF-TOPIC] Eu pretendo programar no menor nível de programação de computadores por hobby.

João de Sousa
O nível mais baixo a que podemos programar, como hobby, de forma
aceitável (isto é, com um mínimo de produtividade e uma probabilidade
razoável de entendermos o que estamos a fazer) é na linguagem assembly
de cada microprocessador.

Essa linguagem embora tenha uma correspondência direta com o código que
a máquina entende - por isso se chama de baixo nível - possui uma
sintaxe e uma semântica minimamente compreensíveis para um humano. Pelo
contrário, a programação direta em código máquina resume-se a lidar com
sequências de códigos numéricos, expressos habitualmente em binário ou
em hexadecimal, desprovidos de qualquer significado óbvio.

Um exemplo, usando a linguagem assembly de um micro relativamente simples:

HEX   BINARIO         ASSEMBLY
----  --------------  ---------
3105  11000100000101  ld  R1,5
320A  11001000001010  ld  R2,10
10B5  01000010110101  add R1,R2

embora, como disse o Luis, o hexadecimal seja muito mais prático do que
o binário, a primeira e a segunda colunas dizem ambas muito pouco. Pelo
contrário a terceira coluna permite, sem necessidade de grande
imaginação, concluir que o programa coloca o valor 5 numa variável, o
valor 10 noutra e no fim soma as duas...


Mas gostaria de enfatizar o "como hobby" pois noutros contextos, entram
na escolha da linguagem outros critérios que, na maior parte dos casos,
fazem com que o assembly seja excluído, a favor de linguagens de mais
alto nível.

Cumprimentos,
JP de Sousa



On 03-11-2014 23:45, Luis Malaca wrote:

> Há muitos anos, no principio dos anos 80, eu e os meus amigos aprendemos
> a programar os zx-81 e os zx-spectrum em strings de 8 bits,só pela
> diversão. Havia uma forma de o fazer diretamente no computador. Essa
> programação era hexadecimal. Não faziamos em binário porque ocupava
> imenso espaço e bastava um zero fora do lugar para dar problemas. Dá-me
> ideia que hoje em dia se passa o mesmo na linguagem de nível mais
> baixo,apesar de não perceber muito disso.
>
> Cumps
>
> Luis Malaca
>
>
> On 03-11-2014 20:56, françai s wrote:
>> Eu pretendo programar no menor nível de programação de computadores por
>> hobby.
>>
>> É verdade que ninguém pode escrever em código binário, o menor nível de
>> programação que se pode escrever é em código hexadecimal?
>>
>> Qual é o menor nível programação de computadores que se pode escrever?
>>
>> É código binário?
>>
>> É código hexadecimal?
>>
>> É outro código de máquina? Sinceramente não sei se é verdade que existe
>> outro código de máquina além do binário e hexadecimal.
>>
>> É Assembly?
>
>

--
João Paulo de Sousa
Professor, Embedded Systems
University of Porto, Department of Electrical and Computer Engineering
Rua Dr. Roberto Frias, 4200-465 Porto, Portugal  www.fe.up.pt/~jpsousa


--
ubuntu-pt mailing list
[hidden email]
https://lists.ubuntu.com/mailman/listinfo/ubuntu-pt
Reply | Threaded
Open this post in threaded view
|

[Ubuntu-PT 10623] Re: [OFF-TOPIC] Eu pretendo programar no menor nível de programação de computadores por hobby.

Carlos Alberto Ramos-2
Existe um programa, do velhinho "DOS", que permite fazer um programa até 64
K, executavel (*.com), utilizando a linguagem do Assembler.Este programa
permite igualmente visualizar a sua implementação em memória (em
hexadecimal) e também permite a sua alteração directamente em memória (em
hexadecimal) com os inerentes riscos. Para se compreender a forma de
actuação do programa (como ele interage com os diversos componentes do
computador), comvém saber um pouco de electronica e Algebra de Boole. Com
esta aprende-se a somar 0011000000000000+000100000000+00000000+0101=3105
hexadecimal 0x3105. Com aquela aprende-se a activar as "portas", as
ligações e a transmissão de dados.
Sucintamente, esta é uma ideia geral do mundo do "HOBBY"
Cumprimentos

No dia 4 de Novembro de 2014 às 01:16, João de Sousa <[hidden email]>
escreveu:

> O nível mais baixo a que podemos programar, como hobby, de forma aceitável
> (isto é, com um mínimo de produtividade e uma probabilidade razoável de
> entendermos o que estamos a fazer) é na linguagem assembly de cada
> microprocessador.
>
> Essa linguagem embora tenha uma correspondência direta com o código que a
> máquina entende - por isso se chama de baixo nível - possui uma sintaxe e
> uma semântica minimamente compreensíveis para um humano. Pelo contrário, a
> programação direta em código máquina resume-se a lidar com sequências de
> códigos numéricos, expressos habitualmente em binário ou em hexadecimal,
> desprovidos de qualquer significado óbvio.
>
> Um exemplo, usando a linguagem assembly de um micro relativamente simples:
>
> HEX   BINARIO         ASSEMBLY
> ----  --------------  ---------
> 3105  11000100000101  ld  R1,5
> 320A  11001000001010  ld  R2,10
> 10B5  01000010110101  add R1,R2
>
> embora, como disse o Luis, o hexadecimal seja muito mais prático do que o
> binário, a primeira e a segunda colunas dizem ambas muito pouco. Pelo
> contrário a terceira coluna permite, sem necessidade de grande imaginação,
> concluir que o programa coloca o valor 5 numa variável, o valor 10 noutra e
> no fim soma as duas...
>
>
> Mas gostaria de enfatizar o "como hobby" pois noutros contextos, entram na
> escolha da linguagem outros critérios que, na maior parte dos casos, fazem
> com que o assembly seja excluído, a favor de linguagens de mais alto nível.
>
> Cumprimentos,
> JP de Sousa
>
>
>
>
> On 03-11-2014 23:45, Luis Malaca wrote:
>
>> Há muitos anos, no principio dos anos 80, eu e os meus amigos aprendemos
>> a programar os zx-81 e os zx-spectrum em strings de 8 bits,só pela
>> diversão. Havia uma forma de o fazer diretamente no computador. Essa
>> programação era hexadecimal. Não faziamos em binário porque ocupava
>> imenso espaço e bastava um zero fora do lugar para dar problemas. Dá-me
>> ideia que hoje em dia se passa o mesmo na linguagem de nível mais
>> baixo,apesar de não perceber muito disso.
>>
>> Cumps
>>
>> Luis Malaca
>>
>>
>> On 03-11-2014 20:56, françai s wrote:
>>
>>> Eu pretendo programar no menor nível de programação de computadores por
>>> hobby.
>>>
>>> É verdade que ninguém pode escrever em código binário, o menor nível de
>>> programação que se pode escrever é em código hexadecimal?
>>>
>>> Qual é o menor nível programação de computadores que se pode escrever?
>>>
>>> É código binário?
>>>
>>> É código hexadecimal?
>>>
>>> É outro código de máquina? Sinceramente não sei se é verdade que existe
>>> outro código de máquina além do binário e hexadecimal.
>>>
>>> É Assembly?
>>>
>>
>>
>>
>
> --
> João Paulo de Sousa
> Professor, Embedded Systems
> University of Porto, Department of Electrical and Computer Engineering
> Rua Dr. Roberto Frias, 4200-465 Porto, Portugal  www.fe.up.pt/~jpsousa
>
>
> --
> ubuntu-pt mailing list
> [hidden email]
> https://lists.ubuntu.com/mailman/listinfo/ubuntu-pt
>
>
--
ubuntu-pt mailing list
[hidden email]
https://lists.ubuntu.com/mailman/listinfo/ubuntu-pt
Reply | Threaded
Open this post in threaded view
|

[Ubuntu-PT 10624] Re: [OFF-TOPIC] Eu pretendo programar no menor nível de programação de computadores por hobby.

Carlos Alberto Ramos-2
Esqueci-me de acrescentar o seguinte: Existe um programa "DOSBOX" que emula
o DOS em Linux, no qual se pode utilizar o "DEBUG.EXE. Não sei se em Linux
existe algum que o substitua.Para hobystas, existe uma placa recente
(Raspberry.Pi), que funciona com Linux e que permite brincar com estes e
outros programas. Esta placa está a ter muito sucesso nas escolas Inglesas
(jovens da primária), em Espanha, etc. ...e nas nossas UNIVERSIDADES para
os Srs. Engenheiros. Mas existem também mais placas semelhantes


No dia 5 de Novembro de 2014 às 11:42, Carlos Alberto Ramos <
[hidden email]> escreveu:

> Existe um programa, do velhinho "DOS", que permite fazer um programa até
> 64 K, executavel (*.com), utilizando a linguagem do Assembler.Este programa
> permite igualmente visualizar a sua implementação em memória (em
> hexadecimal) e também permite a sua alteração directamente em memória (em
> hexadecimal) com os inerentes riscos. Para se compreender a forma de
> actuação do programa (como ele interage com os diversos componentes do
> computador), comvém saber um pouco de electronica e Algebra de Boole. Com
> esta aprende-se a somar 0011000000000000+000100000000+00000000+0101=3105
> hexadecimal 0x3105. Com aquela aprende-se a activar as "portas", as
> ligações e a transmissão de dados.
> Sucintamente, esta é uma ideia geral do mundo do "HOBBY"
> Cumprimentos
>
> No dia 4 de Novembro de 2014 às 01:16, João de Sousa <[hidden email]>
> escreveu:
>
>> O nível mais baixo a que podemos programar, como hobby, de forma
>> aceitável (isto é, com um mínimo de produtividade e uma probabilidade
>> razoável de entendermos o que estamos a fazer) é na linguagem assembly de
>> cada microprocessador.
>>
>> Essa linguagem embora tenha uma correspondência direta com o código que a
>> máquina entende - por isso se chama de baixo nível - possui uma sintaxe e
>> uma semântica minimamente compreensíveis para um humano. Pelo contrário, a
>> programação direta em código máquina resume-se a lidar com sequências de
>> códigos numéricos, expressos habitualmente em binário ou em hexadecimal,
>> desprovidos de qualquer significado óbvio.
>>
>> Um exemplo, usando a linguagem assembly de um micro relativamente simples:
>>
>> HEX   BINARIO         ASSEMBLY
>> ----  --------------  ---------
>> 3105  11000100000101  ld  R1,5
>> 320A  11001000001010  ld  R2,10
>> 10B5  01000010110101  add R1,R2
>>
>> embora, como disse o Luis, o hexadecimal seja muito mais prático do que o
>> binário, a primeira e a segunda colunas dizem ambas muito pouco. Pelo
>> contrário a terceira coluna permite, sem necessidade de grande imaginação,
>> concluir que o programa coloca o valor 5 numa variável, o valor 10 noutra e
>> no fim soma as duas...
>>
>>
>> Mas gostaria de enfatizar o "como hobby" pois noutros contextos, entram
>> na escolha da linguagem outros critérios que, na maior parte dos casos,
>> fazem com que o assembly seja excluído, a favor de linguagens de mais alto
>> nível.
>>
>> Cumprimentos,
>> JP de Sousa
>>
>>
>>
>>
>> On 03-11-2014 23:45, Luis Malaca wrote:
>>
>>> Há muitos anos, no principio dos anos 80, eu e os meus amigos aprendemos
>>> a programar os zx-81 e os zx-spectrum em strings de 8 bits,só pela
>>> diversão. Havia uma forma de o fazer diretamente no computador. Essa
>>> programação era hexadecimal. Não faziamos em binário porque ocupava
>>> imenso espaço e bastava um zero fora do lugar para dar problemas. Dá-me
>>> ideia que hoje em dia se passa o mesmo na linguagem de nível mais
>>> baixo,apesar de não perceber muito disso.
>>>
>>> Cumps
>>>
>>> Luis Malaca
>>>
>>>
>>> On 03-11-2014 20:56, françai s wrote:
>>>
>>>> Eu pretendo programar no menor nível de programação de computadores por
>>>> hobby.
>>>>
>>>> É verdade que ninguém pode escrever em código binário, o menor nível de
>>>> programação que se pode escrever é em código hexadecimal?
>>>>
>>>> Qual é o menor nível programação de computadores que se pode escrever?
>>>>
>>>> É código binário?
>>>>
>>>> É código hexadecimal?
>>>>
>>>> É outro código de máquina? Sinceramente não sei se é verdade que existe
>>>> outro código de máquina além do binário e hexadecimal.
>>>>
>>>> É Assembly?
>>>>
>>>
>>>
>>>
>>
>> --
>> João Paulo de Sousa
>> Professor, Embedded Systems
>> University of Porto, Department of Electrical and Computer Engineering
>> Rua Dr. Roberto Frias, 4200-465 Porto, Portugal  www.fe.up.pt/~jpsousa
>>
>>
>> --
>> ubuntu-pt mailing list
>> [hidden email]
>> https://lists.ubuntu.com/mailman/listinfo/ubuntu-pt
>>
>>
>
--
ubuntu-pt mailing list
[hidden email]
https://lists.ubuntu.com/mailman/listinfo/ubuntu-pt